Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

domingo, janeiro 22, 2006

742. Presidenciais 2006: Resumo Provisório



Resumo de algumas das frases publicadas neste blogue ao longo dos inúmeros textos:

As projecções não são uma surpresa! Mas não deixa de ser uma enorme frustação a escolha democrática dos meus compatriotas quanto ao nosso futuro colectivo! Parabéns ao vencedor e honra aos vencidos porque esta é a essência da Democracia!

Cavaco Silva tem uma vitória clara! Não sujeita a ser minimizada por nada, nem pela abstenção, nem pela percentagem!

Manuel Alegre é outro dos vencidos da noite! Não há medalhas de bronze! O seu objectivo principal - se era a vitória - não foi concretizado! Mas, obviamente, numa escala bem menor do que a derrota eleitoral de Mário Soares!

Mário Soares obtém uma percentagem claramente baixa! O seu papel na nossa Democracia não fica em causa mas a sua influência imediata na vida política fica claramente reduzida!

Lisboa, até ao momento, coloca Cavaco como vencedor com pouco mais do que 44% dos votos e Manuel Alegre claramente em segundo lugar. No Porto Cavaco Silva tem mais do que 52% dos votos, com Mário Soares em segundo. Como as freguesias por apurar são as maiores - as situadas nestas áreas urbanas - e como Cavaco Silva tem pouco mais de 53% no total do país neste momento é natural que esta percentagem ainda possa descer marginalmente até ao fim da noite. Mas a possibilidade duma segunda volta é, cada vez mais, pouco provável.

Como previsto há uma descida nos resultados oficiais de Cavaco Silva. Com 778 freguesias por apurar passou para 52,26% (com 952 era 53,10%).

Pedro Magalhães aponta que Cavaco Silva ficará com mais de 50% mas por uma pequena margem. A hipótese de segunda volta é improvável!

Há uma certeza desde o início da noite: Manuel Alegre fica claramente à frente de Mário Soares e Jerónimo de Sousa claramente à frente de Francisco Louçã.

Marcelo Rebelo de Sousa defende que o papel histórico de Mário Soares mantém-se intocado mas que o Soarismo acabou! Concordo!

A estabilização da votação em Cavaco Silva é visível!

É precipitado afirmar que se Manuel Alegre fosse o candidato oficial do PS os resultados seriam diferentes. Não podemos saber, com certeza, se Manuel Alegre teria conseguido atrair, com o apoio dum partido, muitos dos votos que sairam dos desiludidos com os partidos. É uma análise a fazer mais tarde.

A votação em Cavaco Silva está estável neste momento e em Lisboa a sua percentagem acabou de aumentar marginalmente.

No Porto explica-se grande parte da derrota da "esquerda"! O esforço de Mário Soares e Manuel Alegre nesta cidade foi claramente insuficiente. Em Lisboa a votação em Cavaco não foi tão expressiva e a depender da capital haveria segunda volta!

Cavaco está a subir no Porto e a descer em Lisboa em percentagem! Parece já não haver dúvidas!

Cavaco já tem no Porto uma percentagem melhor que a nacional!

Se contabilizarmos o previsível voto esmagador no candidato da direita dos emigrantes e a estabilização da votação em Cavaco Silva a remota hipótese de segunda volta está praticamente afastada!

Mário Soares já reagiu aos resultados! A admiração que tenho pela carreira política e democrática deste homem está inabalada! Como sempre, reagiu como um democrata! Obrigado por tudo e principalmente por teres sido sempre o meu barómetro ideológico e por seres o homem que mais influenciou o meu espírito democrático e a minha intransigente defesa da liberdade! É o fim da influência do Soarismo mas não da memória! E, por isso, Marocas, obrigado!

A vitória de Cavaco já é real! Mesmo assim fico surpreendido com a sua percentagem - que pensei que ia ser maior - da mesma forma que fico surpreendido com a percentagem de Manuel Alegre - que julguei que ia ser bem menor.

Francisco Louçã defende-se da derrota presidencial com a divisão na esquerda! Sinceramente, não havia necessidade! Fala em ter-se permitido que a "direita" tivesse ganho! Se havia dúvidas sobre a natureza da sua candidatura estas acabaram neste momento. Sinceramente, Professor Louçã...

Jerónimo de Sousa compara sondagens com resultados! Mantém-se o péssimo hábito dos políticos portugueses! Mais um a culpar a divisão no PS... Francamente...

Eu também fiquei surpreendido pela percentagem de Cavaco Silva mas não por causa das sondagens mas sim pela desmobilização que notei nas outras candidaturas! Esperava uma maior percentagem de Cavaco Silva mas o que não provoca, em nenhum momento, dúvidas quanto à sua esmagadora vitória!

É a confirmação final da vitória de Cavaco Silva! Manuel Alegre admite a derrota, mesmo que por décimas.

José Sócrates começa a falar e corta "a palavra" do poeta em todas as televisões! Será coincidência?

O Secretário Geral do PS agradece a Mário Soares e elogia o seu trajecto. Desvaloriza a divisão no PS, considerando-a habitual na nossa história! Relembra a sua legitimidade e a do seu Governo!

Nos próximos 3 anos e meio estão escolhidos todos os actores políticos portugueses...

Technorati Tags: , ,

1 Comments:

  • At 10:22 da tarde, Blogger Bruno Gonçalves said…

    "É precipitado afirmar que se Manuel Alegre fosse o candidato oficial do PS os resultados seriam diferentes."

    Será sempre arriscado...

     

Enviar um comentário

<< Home