Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

sexta-feira, agosto 19, 2005

529. Álbum de Fotos: Budapeste (4)

Fotografia do Bastião dos Pescadores, no exterior da Igreja Mátyás. As duas últimas fotografias são de algumas das jóias e tesouros expostos no interior da Igreja!

Estas jóias fizeram-me relembrar um incidente que discretamente não tem sido alvo de discussão pública. Como será que vai a investigação sobre o roubo das nossas jóias da coroa? E será que já foram apuradas as responsabilidades de quem deixou as jóias irem para uma exposição no estrangeiro (quando até aqui em Portugal eram raramente expostas) sem garantias de segurança mínimas?







2 Comments:

  • At 2:48 da tarde, Blogger Pedro F. Ferreira said…

    Ricardo, vi estas jóias da coroa (as da segunda fotografia), mas foi dentro do Parlamento.

     
  • At 10:44 da tarde, Anonymous Roadrunner said…

    Cidade espectacular Budapeste. Estive lá em 1999 em pleno Inverno. Lembro-me perfeitamente do Bastião dos Pescadores coberto de neve e da fantástica vista do Danúbio e de Peste. Estive num hotel mesmo ao lado da Igeja de Matias, ao pé do Hilton.

     

Enviar um comentário

<< Home