Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

terça-feira, agosto 23, 2005

533. Álbum de Fotos: Budapeste (6)

A Ilha Margarida situa-se no Danúbio, entre Buda e Peste. É impressionante a forma como esta ilha é utilizada pelos habitantes da cidade. Era um retiro de meditação religiosa e, neste momento, é uma zona arborizada com condições perfeitas para inúmeras pessoas praticarem desporto. Além dos enormes trajectos e espaços naturais para a prática de desporto, ainda contém um número considerável de equipamentos e infra-estruturas desportivas. É um espaço de lazer muito agradável.





6 Comments:

  • At 3:40 da tarde, Blogger rsd said…

    belíssimas imagens
    com um lugar assim deve ser difícil ter vontade de fazer outro desporto que não a contemplação

     
  • At 6:04 da tarde, Anonymous bravo said…

    Aqui mais perto de nós, em Vizela, havia um rio que era um local de passeios agradáveis. As pessoas mais velhas da minha família falam muitas vezes de idas a uma ilha no meio do rio, a que chamavam ilha dos amores. Bom para piqueniques e "afins". Depois... Depois vieram as indústrias têxteis e hoje o rio Vizela é dos mais poluídos, um rio arco-íris: uns dias verde, outros vermelho, raramente azul! Já houve não sei quantas denúncias ao Ministério do Ambiente, mas pouco melhorou.
    Mudando para algo bem mais agradável, parabéns pelas fotos!

     
  • At 6:29 da tarde, Blogger Armando S. Sousa said…

    As fotografias são excepcionais como quase todas as que metes no teu blogue. A ilha parece ser um local ídilico.Sobre o comentário do Bravo, essa dita ilha dos amores eram realmente um local excepcionalmente belo. Dizem que a querem recuperar. Estive muitas vezes nesse local quando era adolescente e se podia mergulhar no rio Vizela.
    Um abraço a ambos.

     
  • At 8:53 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Rsd,

    Foi o que fiz, contemplei... até porque já tinha andado muito!

    Obrigado pela visita.

    Abraço,

     
  • At 8:55 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Bravo,

    Há um evidente descuido com as zonas de lazer e com os problemas ambientais em Portugal. Temos que ser mais exigentes e evitar que essas situações multipliquem-se!

    Quanto aos "afins" vou perguntar ao Armando o que sabe!

    Abraço,

     
  • At 8:57 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Armando,

    Depois da descrição do Fernando Bravo da ilha e, aproveitando o teu comentário, que se passava realmente nessa ilha? (é só uma brincadeira)

    Espero que a recuperem mesmo para eu a poder visitar, uma vez que não a conheço nem agora nem no seu esplendor!

    Abraço,

     

Enviar um comentário

<< Home