Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

segunda-feira, fevereiro 05, 2007

991. Anedotário Político (4)

"O ex-presidente da Câmara de Lisboa Pedro Santana Lopes afastou hoje a possibilidade de vir a candidatar-se à autarquia da capital em caso de eleições intercalares, considerando que tal seria uma 'saloiice política'", via Público, mais aqui

E não é que desta vez estou completamente de acordo com Pedro Santana Lopes. A saloiice, acto ou dito próprio de saloio, seria realmente gritante até porque o ex-autarca é, quer queira quer não, um dos grandes responsáveis por se ter avançado com o negócio, que agora ele chama de "confuso" mas que antes chamava de “capaz, robusto e seguro”, com a Bragaparques.

2 Comments:

  • At 7:07 da tarde, Anonymous Fernando said…

    O Santana tem piada.

     
  • At 12:18 da manhã, Blogger João Dias said…

    Estou muito preocupado, dado que Santana está a emitir uma mensagem subliminar. Ao dizer que seria uma saloiice fazer tal coisa, está implicitamente a admitir que o vai fazer. Toda gente sabe saloiice é com ele.

     

Enviar um comentário

<< Home