Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

quinta-feira, julho 01, 2004

(102) Dia da Região Autónoma da Madeira


Funchal Posted by Hello

Hoje comemora-se a Autonomia da Madeira, sendo feriado na Região. A Autonomia da Madeira foi estabelecida na Constituição de 1976. Sobre a Autonomia da Madeira já escrevi muito aqui por isso, nesta data festiva, não vou esgrimir novamente os meus argumentos. Defendo a Autonomia da Madeira, não a actual mas uma Autonomia mais equilibrada entre responsabilidades e direitos.

Vou aproveitar para realçar que a Região Autónoma (no seu conjunto, contando todas as ilhas) é um local lindo e aconselho a todos que não conhecem a Madeira, Porto Santo, Selvagens e Desertas a passarem a conhecer. Quanto ao Funchal tem o enquadramento perfeito para fins de ano fenomenais (actualmente também existem os Festivais de Fogo de Artifício nas noites de Verão).

O reverso da medalha a quem faz férias na Madeira é a oferta de actividades noturnas já que, apesar da qualidade dos existentes, os bares e discotecas são reduzidos ou estão orientados para uma população mais envelhecida. Mas há sempre o Porto Santo que, nas épocas altas, oferece muita diversão e as melhores praias do país.

Parabéns, Madeira! Hoje é o teu dia de festa! Quanto ao resto fica para outro dia...

3 Comments:

  • At 7:14 da tarde, Blogger Hugo said…

    Porquê esta fixação na Madeira?

     
  • At 1:09 da manhã, Blogger Ricardo said…

    Eu respondo! Nasci e vivo no Porto há meuitos anos. Mas em toda a minha infância e no começo da vida adulta vivi na Madeira. Adoro a Região mas...

     
  • At 8:59 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    A consagaração das Regiões Autónomas dos Açõres e da Madeira na Constituição de 1976.Foi uma obra das aspirações das populações destas regiões, defendidas pelos seus pedutados, legitimamente eleitos pelos Açoreanos e madeirenses.Não foi favor algum foi um direito conquistado peloos povos ilheus, que ao longo de séculos se debateram por uma autonomia efectiva.O centaralismo burocrático dos estados, nunca serviu as legitimas aspirações de qualquer povo insular.

     

Enviar um comentário

<< Home