Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

terça-feira, abril 12, 2005

(397) As Autonomias Regionais no seu melhor



Nota Prévia: Este post baseia-se num artigo de Tolentino de Nóbrega no Público de 09 de Abril. Partes do texto são transcrições do artigo.

A oposição a Alberto João Jardim na Madeira responsabilizou o Governo Regional pelos estragos registados na marina do lugar de Baixo. A associação Cosmos lembrou que tinha alertado para a necessidade de estudos prévios e pediu ao Ministério Público a abertura de um inquérito sobre o investimento acusando também Cunha e Silva (Vice Presidente do Governo Regional) de recorrer à “humilhação pública”.

Alberto João Jardim, segundo o Público de 09 de Abril, aproveitou a recente regionalização das Finanças para deixar claro que os opositores às opções do executivo podem ser alvo de acção inspectiva do fisco. Citando um levantamento feito pelo seu Governo garantiu que muitos dos que afirmam ser seu e dos contribuintes o dinheiro que “está ali” nas controversas obras públicas, “não pagam impostos”.

À primeira vista parece uma violação clara do segredo fiscal com o objectivo de haver perseguição política! Claro que não é, caro leitor! Porque no fundo tem toda a lógica que quem não pague impostos não possa falar mal! E se falar mal é o dever do Governo Regional avisar os restantes cidadãos que esse contribuinte não pagou. É para isso que os outros cidadãos contribuem, para que o Governo não deixe que os que não contribuem falem mal da Governação que custa tanto a pagar.

E quem contribui pode falar mal? Claro que não porque senão está a dar razão a quem não contribui e isso não é justo! E quem não paga pode falar bem do Governo? Claro que sim para provar que o Governo Regional não está a perseguir duma maneira cega quem não paga! Fica assim provado que as críticas de défice democrático do Governo Regional não têm nenhum fundamento! Tenham vergonha e, antes de falarem mal, paguem os impostos!

5 Comments:

  • At 4:43 da tarde, Blogger O Raio said…

    No poker paga-se para ver. Na Madeira paga-se para falar mal...

     
  • At 5:42 da tarde, Blogger pindérico said…

    Esta encaixa muito bem na prática "Alberto João"! É tudo uma questão de lógica de jardim!

     
  • At 5:49 da tarde, Blogger Pedro F. Ferreira said…

    Caro Ricardo, se continuas a denunciar estes vigaristas ainda acabas a ser chamado de "cubano" pela mafia do bicho da madeira. Noutro blogue, escrevi certo dia, que este Jardim deveria lavar a dentuça para espevitar a mioleira... não me deram ouvidos. :)
    Um abraço.

     
  • At 12:19 da manhã, Blogger O Micróbio said…

    Um jardim no meio do Oceano...

     
  • At 10:16 da tarde, Blogger O Homem das Ilhas said…

    Só surpreende quem não conhece a "Democracia Regional".
    Este episódio é "só" mais um no longo historial de inconstitucionalidades na Madeira ...
    O pior é que os nossos dirigentes nada fazem para impedir esse facto ...
    E isto dura há mais de 30 anos ...

     

Enviar um comentário

<< Home