Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

quinta-feira, abril 07, 2005

(390) 25 de Abril de 1974



Eu não estava a perceber o recente aumento significativo de visitas a este blogue. Constatei pelas referências ao blogue que a partir do google, sapo e altavista cibernautas à procura de palavras chave como "História 25 de Abril", "25 de Abril" e outras estão a abrir esta página.

O título deste blogue é apenas simbólico. Pretende sublinhar que eu beneficio da revolução para poder expressar as minhas opiniões com liberdade e responsabilidade. Nunca fiz, nem pretendo fazer, uma análise à revolução em si porque há concerteza pessoas mais habilitadas para o fazer, desde logo, as que viveram o acontecimento. Por isso ficam aqui algumas ligações para aqueles que procuram outro tipo de informação sobre o 25 de Abril:

Centro de Documentação 25 de Abril
Associação 25 de Abril
Rotas Abertas

De qualquer forma quem abrir esta página à procura de informações sobre o 25 de Abril e gostar do que ler, mesmo que só esteja indirectamente ligado à Revolução, é bem vindo para comentar os textos que aqui escrevo. Viva as nuances da vida, expressas em liberdade!

Nota:
Lamento informar os visitantes deste blogue que procuraram no google pelas palavras "Estrutura da Ponte 25 de Abril" e "INE mata divorcio" que este não é o local indicado para obter essas informações!

Nota aos leitores: Vou para Lisboa até Domingo. Até lá este blogue não vai ser actualizado. Bom Fim de Semana para todos!

9 Comments:

  • At 11:29 da manhã, Blogger O Raio said…

    O que me faz pena no 25 de Abril � que nos tenha livrado de uma ditadura arcaica e soez para nos meter numa ditadura moderna e sofisticada, a da Uni�o Europeia.
    Ter� valido a pena?

     
  • At 3:02 da tarde, Blogger O Micróbio said…

    Começaste já a preparar a Revolução... ou será a Evolução? Bom fim de semana...

     
  • At 6:01 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Os promenores são importantes:a Coca Cola era proibida porque o Esteves dizia "...não imagino as nossas sossegadas aldeias atravessadas velozmente por camiões vermelhos.." ISTO É VERDADE.

     
  • At 6:04 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Para o RAIO:
    Essa interrogação sua dita sem medo, prova que valeu a pena.
    Naquela época ia parar á cadeia, como milhares de nós.

     
  • At 8:50 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Caro Raio ... Faço das palavras do anónimo as minhas palavras, até porque ele não assinou.

    Caro Micróbio... Revolução Sempre!

    Caro Anónimo... Apesar de interessantes (os comentários) porque não deixar a identificação? Número de cartão de crédito e data de validade chegam, hehe

     
  • At 11:27 da tarde, Blogger O Raio said…

    Sr. Anónimo,

    Eu não disse que o 25 de Abril não valeu a pena. Disse é que me faz pena que o 25 de Abril nos tenha livrado de uma ditadura para nos meter noutra.
    Mas, como eu sublinhei, são ditaduras diferentes.
    Dantes podia-se ir parar à cadeia, agora vai-se parar ao desemprego...
    Bom, do mal o menos...
    Só que acho que isto não vai ficar por aqui.
    Sempre sob o capa da democracia e da liberdade não dúvido de que daqui a uns tempos os opositores da UE terão problemas com a "justiça".

     
  • At 1:59 da tarde, Anonymous C. Indico said…

    É verdade que nos anos 80 no USA iniciou-se um processo de Ditadura Financeira que já chegou cá.É verdade que há 2 anos em nome de combate ao Terrorisma os mentores estão a preparar a Ditadura mediática, que vai chegar cá.
    Mas Nós,O POVO não estamos derrotados.Ex-anonymus. Foi uma tolice assinar assim,desculpem.

     
  • At 3:21 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Caro Raio e caro POVO...

    As ditaduras das minorias (concordo com o POVO), principalmente as financeiras, estão a deturpar o espírito da Democracia. E discordo, Raio, que isso seja um fenómeno europeu e muito menos que tenha mais peso aqui na Europa. A Europa, através do Parlamento Europeu, do Conselho Europeu e da Comissão Europeia tem legitimidade europeia quer pelas eleições europeias quer pelas legislativas nacionais!

     
  • At 3:30 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Onde está escrito legitimidade europeia leia-se legitimidade popular!

     

Enviar um comentário

<< Home