Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

segunda-feira, maio 14, 2007

1146. Delegados de Informação Médica

Hoje tive o "privilégio" de acompanhar um familiar a um consultório médico. Quando cheguei já lá estavam, sentadas na sala de espera, duas raparigas muito bem-dispostas com umas gigantescas malas e vestidas de forma formal. Delegadas de Informação Médica, claro está. A recepcionista avisa logo que as consultas estão atrasadas. Que novidade.

Chega um rapaz com um fato e gabardina com este calor e com um relógio que, pelo tamanho, parece indicar problemas de visão. Depressa reconhece as duas raparigas e junta-se a estas. Delegado de Informação Médica, claro está. O médico sai, os rostos destes iluminam-se, e avisa que vai beber um chá. Enquanto o médico não chega, demorou vinte minutos, chega mais um homem, igualmente bem vestido, que faz questão que todos notem a sua presença. Delegado de Informação Médica, claro está. Partilham umas amostras que este último tem de pastilhas elásticas e que, segundo uma das raparigas, não são como as de outro colega dele, que eram rijas. O delegado responde: "Não, estas são americanas". Oferece uma à recepcionista que mostra logo o seu sorriso mais aberto. Quando o médico chega manda entrar uma das raparigas. Quinze minutos depois chama a segunda. Os homens ficam para mais tarde.

Uma hora e meia depois da hora previamente combinada para a consulta entro no consultório e o médico diz "Isto hoje está complicado".

22 Comments:

  • At 12:29 da manhã, Blogger O Profano said…

    Pudera. Com essa espera até quem não está doente ficaria...
    Nem que fosse doente de raiva por tamanho abuso.

     
  • At 1:50 da tarde, Anonymous Fernando said…

    Que seca, Ricardo. Alguns médicos são uns abusadores.

     
  • At 3:45 da tarde, Blogger Ricardo said…

    No fundo fiquei foi chateado porque nenhum dos delegados ofereceu-me uma daquelas amostras de pastilhas elásticas americanas, daquelas que não ficam rijas ;)

     
  • At 5:32 da tarde, Anonymous Fernando said…

    Queria uma amostra de pastilha ou a lasca ... da dona das pastilhas

     
  • At 6:29 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Fernando,

    Os próximos comentários sobre este assunto só por mail, hehe

    Abraço,

     
  • At 10:31 da tarde, Blogger Shinobi said…

    Desculpa lá, mas o médico tinha razão ao dizer que isto hoje estava complicado!!!

    "Voz off" (Psst Ricardo, diz lá, como é que eram as raparigas, para eu poder acabar o meu comentário...)

     
  • At 12:54 da manhã, Blogger Ricardo said…

    Ora Jorge,

    Não conspurques o nível do blogue. Deixa lá isso para Sábado ;)

    Abraço,

     
  • At 1:36 da manhã, Blogger Bart Simpson said…

    Existe sempre o livro de reclamações. Estou farto de usar.

     
  • At 2:31 da tarde, Blogger vazr said…

    pois pois... a quantidade de doentes que ficam logo melhores por ver as delegadas é impressionante... qualquer dia começam a ser comparticipadas pelo estado... lol... e pelo que vejo apenas uma pessoa reclamou da espera e na generalidade reclamaram pela ausencia de pastilhas!!! um bem hajam! ( as delegadas de informação medica )

     
  • At 3:09 da tarde, Blogger Jorge said…

    Esta é uma profissão muito digna, não o é mais(em Portugal),devido a mentalidades como as vossas. Vão trabalhar... e leiam sobre inteligência emocional, fazia-lhes bem.................

     
  • At 3:45 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    É pena que quando os médicos atendem os doentes depois de uma espera tão grande, estes continuam a ter a atitude subserviente tipicamente portuguesa para com o sr. dr. e não reclamam. É pena que as pessoas não saibam que os delegados também trabalham por marcação, e por vezes até estão marcados para falar com aquele médico há mais tempo do que alguns doentes. Cabe aos médicos principalmente nos seu consultório privado escolher o momento que recebe os dims.Os delegados estão também a contribuir com os impostos que lhes descontam nos ordenados a contribuir para as reformas dos senhores reformados que aguardam, e dos mais novatos que passam os anos a viver à conta de baixas por doença e a ocupar o tempo a olhar para delegadas de informação médica que trabalham. Nos vossos empregos não existem mulheres? Em que século é que estamos?

     
  • At 5:20 da tarde, Blogger Manfred von Richthofen said…

    ...Por acaso conheço delegados de informação aos médicos, e todos eles são licenciados, uns em química, outros em Biologia, outros são farmaceuticos, mas todos de áreas ligadas as ciencias. E pelos vistos gostam do que fazem. Mas, muita gente nem sabe do que fala, pois nem sabem bem qual é a sua função.

    E ganham, bem, pelo que sei. Mas mesmo bem

     
  • At 5:23 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Eu já andei no meio e sei do que falo...os DIM´s são dispensáveis, só atrapalham o bom funcionamento da saúde...informação médica? Vão informar moléculas novas? Vão informar os médicos de quê? Da agenda de congressos? Os DIMS pagam impostos, sim é verdade mas sem DIM´s os laboratório poupavam muito dinheiro, podiam praticar preços de medicamentos muito, mas muito mais baratos, pois os Dim´s representam 90% dos custos da maioria dos laboratórios (que não fazem investigação) e como consequência todos poupavamos até o estado que não precisaria de comparticipar os medicamentos para que estes tivessem preços acessíveis...vale a pena pensar nisto...A classe dos DIM´s não merece respeito nenhum, não considero aquilo um trabalho, estive lá por engano e felizmente consegui sair antes de me tornar uma pessoa fútil, vazia...

     
  • At 11:45 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    há 31 anos que convivo com eesses srs doentes que se encontram nos consultórios onde laboramos! Uns são doentes...outros não!
    Contudo, ficam sempre muito agradecidos quando o médico lhes entrega uma "amostrazinha", ou quando lhes prescreve um "remédiozinho" que lhes tirou as dores as dores! "aquele médico é um Santo!
    Esqueceu-se que o médico seguramente não conheceria o "tal" medicamento se não fossem os delegados!
    O médico é um Santo, e o sr um ignorante!

     
  • At 9:30 da manhã, Blogger Rui said…

    Pois bem, eu fui delegado de informação médica por alguns anos e posso falar na primeira pessoa.
    Ganhei muito dinheiro.
    Após uma visita ao SôTôr o médico prescrevia o que eu queria e acreditem...muitas das vezes não o que o doente precisava. Por x caixas uma máquina nespresso, por y e x um vale accor para compras...e por x +y por mês durante um ano, um congresso "médico"..hehe acordem...já agora agora durmo tranquilo, mas não engulo qq pilula.
    cumps.

     
  • At 8:01 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Rui, Devias trabalhar no JNeves ou no Bial que tanto orgulha o nossa país, não?
    As Coisas estão como estão porque o Estado assim o quer, pois os DIM´s são meros peões desta vida, por muito dinheiro que se ganhe, nunca pagará as horas pós laborais, os sapos GRANDES que se engolem, os insultos e atropelos que protagonizamos cada dia que passa, a ausência junto da familia e mais importante, a nossa própria sanidade mental, pois o desgaste que esta profissão imprime numa pessoa todos os dias, a tentativa de controlo de todos os factores que intrevêm no desempenho de um delegado, deveriam simplesmente, no minimo ser tratados com o mesmo respeito que os delegados tratam os doentes e médicos. Foram cnsiderados pela SIC, os Super vendedores, mas não é pelo ordenado, nem pela aparencia, com ou sem ostentação de uma imagem extremamente cuidada, são exigências do trabalho. Sim TRABALHO, e não emprego como MUITOS têm. Todos os dias/meses tens de conquistar o teu lugar no mercado e na empresa que representas. Pois por isso são SUPER VENDEDORES, pois quem se conseguir reformar com esta profissão, quer dizer que não morreu com um AVC ou Enfarte de Miocardio, é desgastante.

     
  • At 12:48 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Nao sou nenhum bloguista...e muito menos demagogo... só tenho a tecer umas breves palavras...primeiro subscrever os mais dignos comentários a este profissão, tão ilustre e digna como qualquer outra... liquida os seus impostos e ainda trata da saúde de muita gente. Em segundo ponto lamentar por quem desta vida ja um pouco levou e actualmente, porventura por infortúnio do destino, já cá não anda... mas salve-se que de fútil já nada tem!!! Realmente a inveja e egoísmo ainda se apodera das mentes, dizem-se, menos fúteis... Se calhar, café a mais das nespresso...! Mas ainda bem que nem todos bebemos desse café e ainda há quem faça boa promoção à industria!

     
  • At 12:50 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    «O seu comentário foi guardado e ficará visível após a aprovação do proprietário do blogue. » Realmente... q não haja dúvidas que é mesmo filho do 25 de Abril....

     
  • At 11:14 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Pois é, ser Delegada de Informação Médica é muito bom, ganhamos bem, temos bons carros, uma posição social elevada, vestimos bem, falamos bem, parecemos muito, muito bem!!!!!
    Sabem uma coisa, são 23h07, acabei agora de fazer os relatórios, lêr os emails, ver resultados das vendas, comparar com os objectivos traçados no início do ano, ficar frustrada por não conseguir atingir os tais objectivos, cansada de tanto andar de um lado para o outro de carro, a correr para não peder nenhum médico, porque senão lá vai a eficácia por água abaixo, baixo a média de visita, e pior que tudo, mais uma vez a minha querida filha de
    6 anos adormeceu mais um dia sem eu ter tido tempo para lhe contar a história que há tanto tempo me pede para lhe lêr.
    Não condenem tanto os Dim's. Tenho muito orgulho da minha profissão. Não somos apenas peões para aniquilar!!!!! Boas noites.

     
  • At 7:10 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Por falarem em delegados olhem só esta: Achei engraçado porque o julgamento é proxima segunda feira.

    "GRANDE FARMACÊUTICA DE GENÉRICOS AFIRMA QUE OS SEUS DELEGADOS DE INFORMAÇÃO MÉDICA FAZEM CONSULTA COM OS MÉDICOS TROCANDO O RECEITUÁRIO DOS DOENTES POR PRODUTOS DA GÉNERIS, AO QUAL CHAMAM "DIA GENÉRIS" - VEJAM A DESCRIÇÃO DO DIA GENÉRIS FEITA POR UMA CHEFE REGIONAL DE VENDAS!!! PARA A REALIZAÇÃO DO DIA GENERIS OS DIM'S TRANSPORTAM CAIXOTES, E CAIXOTES, DE MEDICAMENTOS NAS BAGAGEIRAS DOS CARROS PARA ENTREGAREM AOS DOENTES... AO FRIO E AO CALOR!!! COITADOS DOS DOENTES QUE LEVAM MEDICAMENTOS ESTRAGADOS... SUPOSTAMENTE PARA SE TRATAREM!!!!

    RECENTEMENTE DESPEDIRAM UM DELEGADO DE INFORMAÇÃO MÉDICA PORQUE NÃO CUMPRIU O ALEGADO DIA GENERIS.... O JULGAMENTO COMEÇA NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA NO TRIBUNAL DE TRABALHO DE ALMADA - CONSULTEM AS BARBARIDADES E ILEGALIDADES QUE CONSTAM NO PROCESSO - PROCESSO 904/07.0TTALM - O PROCESSO É PÚBLICO, QUALQUER PESSOA O PODE CONSULTAR...."

    Já nem os doentes escapam...Depois admiram.se dos grandes lucros dos laboratórios. á pala do delegado que mama estas merdas, senão vai para o desemprego..

     
  • At 11:36 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Esquecem-se que o DIM estão a TRABALHAR!!!

    É OBVIO QUE DEVE IMPERAR O BOM SENSO....

    Mas se o médico os recebeu e prejudicou as consultas é a ele que deves pedir justificações pois julgo que pagaste pelo serviço.

    Deixa-te de blogs sobre a tua ineficácia como utente pois os restantes intervinientes estão apenas e só apenas a TRABALHAR.

    Saudações

     
  • At 12:36 da manhã, Anonymous Jose MArtins said…

    Boa noite a todos!
    Li com muita atenção todos os comentários aqui expressos!
    Sou Del.Informação Médica há 10 anos!
    Tenho muito orgulho no que faço!
    Neste momento,e devido às imposições legais e burocráticas,trata-se de um trabalho com os dias contados!
    Não mais de 10 anos!
    Nos comentários que li,não vi no entanto,niguém por o dedo na ferida,em algo verdadeiramente importante e preocupante!!!!
    Sabem os srs. que tanto condenam o nosso trabalho,que actualmente, e devido às políticas de gestão dos Ex.Centros de Saude,actualmente,U.S.F's,os doentes estão a ser tratados com menos qualidade!?Estão a ser com mais celeridade,isso sim,agora qualidade,não!
    Neste momento a principal preocupação de um médico é o custo que esse doente apresenta para a sua USF.E quais são os custos a ter em conta?!
    Preço dos medicamentos e exames!
    Logo neste momento,o médico prescreve medicamentos mais baratos é verdade.....mas garanto com muito menos qualidade,e exerce uma prática muito mais empírica,pois pedir exames também custa dinheiro.....
    Esse sim deveria ser o assunto de discussão,e não o trabalho dos DIM'S!
    Cumprimentos

    J.T.M

     

Enviar um comentário

<< Home