Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

domingo, abril 29, 2007

1120. Eleições Regionais Madeira 2007 (14): Manifesto Eleitoral do PSD


O Manifesto Eleitoral do PSD é um rol de críticas ao Governo Central, de lições de Democracia, por exemplo, o dever de votar ou como pedir o cartão de eleitor, e que apela à "honra madeirense". As propostas são praticamente inexistentes. De qualquer forma, mesmo perante este cenário em que é difícil discutir propostas, faço uma análise semelhante à que fiz ao Manifesto Regional do PS não com as propostas mas com a acção governativa destes últimos 30 anos.

(+)

- A Região da Madeira foi das que melhor soube aproveitar os fundos provenientes da União Europeia com uma taxa de aproveitamento acima da média nacional;

- Criação dum mercado interno com poder de compra, mesmo que directamente dependente do Estado;

- Evolução notável nas condições de saneamento, nas infraestruturas de mobilidade e transporte e no sistema escolar;

(-)

- A última década fica marcada pela deterioração da qualidade do investimento público (cada vez menos reprodutivo) e com a insistência num Modelo de Desenvolvimento esgotado;

- Economia excessivamente dependente e concentrada no Estado com défices consideráveis que se têm acumulado com a criação de empresas públicas que visam contornar os limites de endividamento;

- Democracia com nuances, ou seja, com uma interpretação muito livre caracterizada pelo desrespeito assumido de regras democráticas, por um excessivo controlo da Comunicação Social de forma directa (capital público) e indirecta (publicidade institucional) e por uma relação pouco clara com empresários (muitos são dirigentes do partido que apoia o Governo Regional, principal cliente de muitas dessas empresas);

- Discurso oficial e oficioso separatista e que agita os fantasmas do colonialismo, sem sentido nos dias de hoje.

Etiquetas: ,

1 Comments:

  • At 9:50 da tarde, Blogger belinha said…

    Olá!Vi que incluiste a minha cena memorável da sétima arte na tua lista!Prometo escrever um apontamento sobre ela.Lembrei-me assim que vi a rubrica e não desenvovi nem um pouco.Aliás ando com vontade de rever o filme e essa será a melhor altura para então escrever...

     

Enviar um comentário

<< Home