Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

quarta-feira, julho 21, 2004

(113) O Filho do 25 de Abril retorna a Portugal

 




Praga (Para aumentar de tamanho clique sobre a imagem)  Posted by Hello

Estive em Praga! Nos próximos dias vou expôr fragmentos da viagem. Só aqueles que eu acho que devem estar expostos aos olhares curiosos dos cibernautas. Vou compilar algumas opiniões e constatações.

Para já um breve retrato da minha visão de Praga. Indiscutível a sua beleza, surrealista o seu ambiente, uma cidade onde as distâncias são ilusões. À primeira vista parece ser uma cidade à escala europeia muito devido aos incontáveis pontos de interesse mas afinal tudo é perto. A beleza forma uma corrente que nos faz acreditar que é impossível existir uma tão grande concentração de lugares de excepção. Continua...

1 Comments:

  • At 12:07 da manhã, Blogger O Raio said…

    Estive em Praga pouco depois da queda do Império Soviético, já com Vaklav Havel como presidente.
    Em Praga nem tudo é perto! O meu Hotel, por exemplo, não era.
    Claro que a cidade velha, perto do rio e da praça Venceslau é pequena.
    Mas isso é como vires a Lisboa, passares o tempo na baixa, dormires num hotel da baixa e depois dizeres que em Lisboa tudo é perto.
    Concordo que é uma cidade bonita, apesar de ser europeia...

     

Enviar um comentário

<< Home