Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

sábado, setembro 11, 2004

(162) 3 anos


3 anos Posted by Hello

Já passaram três anos desde que vi as imagens da queda das torres de Nova Iorque. Soube logo que o Mundo ia mudar, nunca pensei que tanto ou tão pouco.

O terrorismo passou a ser o destaque, o inimigo externo que os EUA tanto precisavam desde que acabou a Guerra Fria. Os ataques terroristas em si tiveram um impacto gigantesco mas muito aquém do impacto negativo que a reacção Americana teve. Deram-se novas fortunas aos desesperados empresários da Indústria de Armamento e das empresas petrolíferas, limitaram-se liberdades, retiraram-se direitos, restringiu-se a mobilidade, recomeçaram-se cruzadas sem enquadramento, dividiu-se o mundo. Pior que o terrorismo foram as reacções a este, entregando a vitória a quem devia ter sido derrotado.

Hoje penso que aquelas pessoas morreram em vão, a sua memória não foi respeitada. O Mundo tornou-se num sítio menos agradável para se viver. Em vez de se tentar compreender as causas do problema e combatê-lo, tenta-se combater a táctica (o terrorismo em si). Não há vitória possível. A ignorância, a pobreza e as desigualdades geram terroristas (apesar de não haver justificação possível) e isso nem tem sido abordado. O reforço da prevenção e segurança via serviços de informação tem sido amplamente negligenciado. Prefere-se combater a táctica com guerras desenquadradas do terrorismo. Assim ganham muito poucos...

Pouco ou nada se aprendeu nestes anos, muito mais vai acontecer. Só queria acreditar que a humanidade aprende com os seus erros mas estou cada vez mais céptico que assim é.

1 Comments:

  • At 12:04 da tarde, Blogger O Raio said…

    O termo "terrorismo" é um termo de propaganda. "Terrorismo" é a forma do inimigo fazer a guerra.
    No 11 de Setembro foi feito um ataque espectacular aos Estados Unidos, ataque esse que mudou o mundo e mudou-o no sentido favorável ao islamismo extremista.
    Bush e outros caíram na ratoeira e atacaram Iraque a Afganistão.
    Teriam atacado outros, a Síria por exemplo, se a "vitória" no Iraque não se tivesse degradado tão depressa. Se tal tivesse acontecido agora as forças ditas ocidentais, estariam ainda em pior situação.
    Não sei o que irá acontecer a seguir mas, quase que de certeza não será favorável aos norte-americanos e europeus.
    A próxima vitória do islamismo extremista será o Bush continuar presidente dos Estados Unidos...

     

Enviar um comentário

<< Home