Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

segunda-feira, setembro 13, 2004

(166) Traduções / Legendagens

Vi há cerca de 2 semanas uma tradução que me deixou estupefacto...

Era a meio do Telejornal da RTP, uma reportagem acerca do tempo de espera do passageiros aéreos por razões de segurança, ou seja para serem revistados e para os seus pertences poderem passar na máquina de raios-x, procedimento cada vez mais apertados após os trágicos eventos do 11 de Setembro.

Nada de importante nem de anormal a não ser o tempo de espera dos passageiros que chegava a umas boas dezenas de minutos, enfim mais um exercício de enchimento de chouriços que as televisões portuguesas tanto nos têm habituado ultimamente (chega ao cúmulo de regularmente termos telejornais que demoram mais de 2 horas...). A determinada altura o jornalista entrevista um passageiro inglês para saber a sua opinião e o seu estado de espírito depois de tão exaustiva espera ao qual replica num perfeito inglês: «Better safe than sorry». A tradução brilhante do jornalista em voz-off (relembramos que nos encontramos num telejornal nacional com obrigações inerentes de qualidade informativa): «Deviam pedir desculpa...»

Deixo os restantes comentários para quem ler estas linhas... Eu garanto que fiquei abismado e possesso. Adulteraram completamente as declarações do homem!!

Faz-me lembrar de um filme de terror que vi há uns doze anos acerca de um boneco assassino, não era o Chuckie mas algo parecido (filme pipoca para apagar o cérebro durante umas 2 horas... às vezes é bem preciso). A meio do filme este boneco assassino mata um segurança de um armazém que, como todos os americanos que se prezam, era extremamente gordo. Ao arrastá-lo para uma sala, importunado pelo seu peso excessivo diz a seguinte afirmação: «You Moby Dick» (evidentemente a chamá-lo de baleia...) e cuja legendagem é perfeitamente deliciosa: «Seu mobi-pila»!!

Mais uma vez recuso-me a comentar tamanhas barbaridades diariamente vistas nas televisões portuguesas.

Imagino o que não seria a tradução de um discurso do George W. Bush nas mãos de um tradutor desta natureza. Às tantas ainda mais divertido que o original.

3 Comments:

  • At 3:21 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Bush resolveu dizer em relação ao Iraque "Better safe than sorry", mas todos sabíamos que o que ele realmente queria dizer era "Devia pedir desculpa...". A nossa Comunicação Social, assim como eu, gostam de exagerar. Só que eu tenho um Blog, outros têm um orgão de Comunicação Social.

    Como nota final, vejo que o Filho do 25 de Abril está em boas mãos...

     
  • At 5:39 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Em relação ao filme posso confirmar que era, de facto, um dos filmes do boneco Chuckie e também me diverti imenso com aquela 'tradução'.

    X / F

     
  • At 9:23 da tarde, Blogger polittikus said…

    Pois como já comentei no blog, é pior que o analfabetismo... Licenciados semconsciência, cultura ou lucidez. Os piores...

     

Enviar um comentário

<< Home