Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

quinta-feira, novembro 04, 2004

(224) A reeleição de Bush (3): O melhor é Fernado Pessoa falar...

Falas de civilização...

Falas de civilização, e de não dever ser,
Ou de não dever ser assim.
Dizes que todos sofrem, ou a maioria de todos,
Com as coisas humanas postas desta maneira,
Dizes que se fossem diferentes, sofreriam menos.
Dizes que se fossem como tu queres, seriam melhor.
Escuto sem te ouvir.
Para que te quereria eu ouvir?
Ouvindo-te nada ficaria sabendo.
Se as coisas fossem diferentes, seriam diferentes: eis tudo.
Se as coisas fossem como tu queres, seriam só como tu queres.
Ai de ti e de todos que levam a vida
A querer inventar a máquina de fazer felicidade!

Alberto Caeiro

5 Comments:

  • At 1:49 da tarde, Blogger Didas said…

    Muito bem apanhada esta, sim senhores.

     
  • At 2:47 da tarde, Blogger Toze said…

    Boa escolha como resposta :)
    Abraço !

    Finurias
    www.cagalhoum.blogspot.com

     
  • At 3:28 da tarde, Blogger polittikus said…

    Gostei de ler... PS- Se fosse possível uma máquina da felicidade!!!

     
  • At 10:26 da tarde, Blogger BlueShell said…

    E quando és "picado" e lá se vai Toda " a coerência"...isso não dá um gozo desgraçado? Não sabe tão bem??? hein???
    Bjs

     
  • At 10:27 da tarde, Blogger whiteball said…

    "Ele " tem razão...como quase sempre...
    Por isso gosto tanto de Pessoa e das sua "facetas". Abraço, WB

     

Enviar um comentário

<< Home