Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

terça-feira, novembro 02, 2004

(219) Re-Nhau-Nhau


Re-Nhau-Nhau Posted by Hello

Que saudades da satírica publicação Re-Nhau-Nhau. Editado por António Loja e tendo como director Ricardo de Freitas esta publicação com aspecto clandestino usava a ironia para descrever a situação política madeirense. Inesquecível!

Esta imagem, por razões que poucos vão entender, fazem-me recordar bons tempos!

Viva a sátira, viva a perspectiva irónica da vida, viva a diversidade de ideias e opiniões!

4 Comments:

  • At 12:35 da tarde, Blogger O Micróbio said…

    VIVA!

     
  • At 1:21 da tarde, Blogger Didas said…

    Sinto-me um bocadinho ignorante mas de facto nunca ouvi falar.

     
  • At 1:53 da tarde, Blogger polittikus said…

    Ele e José Vilhena com o CAVACO... que ironia. hehehehe

     
  • At 2:15 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Micróbio... viva para ti também. E viva os comentários ricos em ideias e contributos, hehehe!

    Didas... esta publicação só circulava na Madeira, geralmente através de assinatura!

     

Enviar um comentário

<< Home