Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

segunda-feira, outubro 25, 2004

(210) Uma caricatura do país ou Um país que é uma caricatura


Missão Cumprida, por António (Expresso) Posted by Hello

Até quando?

O Orçamento de Estado para 2005 mostra como o país está completamente à deriva. Se o rumo traçado por Durão causava-me profunda discordância este carece de rumo. Inflecte a política anterior e fica situado num limbo, não é carne nem peixe. Com a aposta de baixar o IRS em detrimento do IRC e o fim dos benefícios para a reestruturação de empresas há uma aposta clara no consumo em detrimento do investimento. Ao mesmo tempo acaba com a regra do endividamento nulo das autarquias através de excepções que parecem ser feitas à medida para agradar aos autarcas em ano de eleições autárquicas. Não vejo aqui nenhum rigor, só populismo. Não vejo aqui nenhum rumo, só medidas contraditórias. É tudo uma questão de imagem. Sobre o OE 2005 (ou o milagre do aumento dos salários e pensões pagas por ar e vento) vou tentar escrever num futuro próximo mais umas considerações (algumas positivas, como a proibição dos talões e a obrigatoriedade da emissão de facturas em todas as operações).

Até quando?

Santana e Portas, o nosso duo fantástico, repete à exaustão que a oposição está a proteger os ricos enquanto eles tentam transferir a riqueza destes para os mais pobres. O Robin Santana e o Portas dos Bosques acham que os ricos abusam dos hospitais públicos, que abusam dos Planos Poupança Reforma e dos Planos Poupança Habitação, que são os que usam as nossas estradas sem pagar! Para desmontar mais esta alarvidade de comentários patéticos só digo que não confundo classe média com ricos e lembrar ao nosso duo fantástico que tributar duplamente os contribuintes não tem nada a ver com justiça. Se querem fazer regredir séculos de avanços fiscais tributando todos os serviços com taxas diferentes e aumentando exponencialmente a burocracia então tomem uma medida de reposição da justiça social e acabem com os escalões do IRS e suas taxas diferenciadas. O que estão a fazer é transferir um processo relativamente simples no IRS para um processo complexo mas mais fotogénico onde todos os serviços da sociedade (veja-se as taxas moderadoras nos hospitais, os subsídios às rendas, as portagens diferenciadas) vão ter preços diferentes para pobres e ricos.

Eu continuo a achar que qualquer economista pode explicar ao duo fantástico que todas estas medidas podem ser aplicadas através do IRS duma forma relativamente simples. Só que seria discreta, não teria o impacto da lembrança da generosidade do Governo em cada serviço que o cidadão recorre. Daqui a uns meses não ficaria admirado que por cada cidadão com três filhos em vez de usufruir de benefícios no IRS recebesse, por cada compra que efectuasse, um vale de um cêntimo que podia ser trocado numa visita ao Ministro responsável, que através de meios audiovisuais, explicaria que o que ele estava a receber tinha sido retirado aos ricos. Este Governo é mesmo nobre... e mesmo estúpido! Ou então é simplesmente... demagógico.

Até quando?

Nota ao cidadão: Esta campanha contra a acção do Governo foi paga pelo Expresso, revista pelo Público e contou com a coordenação do Professor Marcelo.

5 Comments:

  • At 11:03 da manhã, Blogger O Micróbio said…

    Obrigado pela visita que fizeste lá pelo Micróbio... linkei-te por lá. Virei com mais tempo, mas já deu para perceber que não vamos ter muitos pontos comuns... :-))

     
  • At 1:10 da tarde, Blogger O Raio said…

    Antes de começar a responder quero primeiro frizar que considero este o melhor governo que o PSD foi capaz de apresentar ao país.
    Está muitos pontos acima da desgraça que foi a tripla Durão/Manuela/Portas ou mesmo que o Cavaco cujas opções erradas na economia e na educação, por exemplo, ainda estamos a pagar.
    De resto concordo com o que dizes. Era mais simples, barato e eficiente fazer alterações ao IRS do que instalar sistemas dispendiosos de add ons fiscais como este governo pretende fazer.
    E há certas coisas que este governo faz (tal como o do Durão fazia) que é completamente absurdo.
    Num país que se debate com problemas de produtividade, agravados pelas adesões à integração europeia, esquecer que a mobilidade tem efeitos positivos na produtividade e torpedear aquela mobilidade inventando taxas para SCUT's é absurdo.
    Eu vivo em Lisboa e raramente vou ao Algarve. Aparentemente a via do Infante poderia ter portagens de 100 Euros que isso parecia não ter influência nos meus rendimentos.
    Mas não é assim. Acho muito bem que o dinheiro dos meus impostos sirva para pagar a via do Infante pois ela enriquece o Algarve, facilita o turismo e quanto melhor render o turismo do Algarve melhor viveremos todos nós, algarvios, lisboetas, transmontanos, açorianos, etc.
    Outra "ideia" peregrina deste governo é o de taxas diferenciadas na saúde. No fundo é colocar os doentes a pagar mais impostos. É difícil inventar uma medida menos social do que esta, os sãos pagam menos e os doentes pagam mais...

     
  • At 9:30 da tarde, Blogger Kase Wo Atsumete said…

    Não batam mais no ceguinho!!!

     
  • At 10:54 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Você atreve-se a dizer mal dos nossos Apóstolos Pedro e Paulo?!!
    Só pode estar possesso o menino, com o Mafarrico alojado no encéfalo!!!
    Não acha que é heresia a mais? Atrevimento descabido e merecedor de tratamento de choque, pela Central de Informação do Santíssimo Governo da nossa Mãe Pátria?
    Até quando, digo eu,irá o menino tecer comentários maldosos, sem fundamentação, pôr em causa as Dotas Palavras Apostólicas de quem tão Iluminadamente nos governa?
    A sua escrita é pêssima e dissimulada, só faltou escrever com todas as letrinhas que o Apóstolo Pedro não percebe nada, é um imaturo,um playboy com mais espermatozóides que neurónios e que pensa mais com a de baixo do que com a de cima, que quando não dá uma, diz dez barbaridades hilariantes, com vinte variações em 6 horas.
    Só uma mente perversa como a sua poderá pensar tamanha gonorreia.
    E que dizer das suas ofensas encobertas ao nosso caridoso Apóstolo Paulo, que se sacrificou pelas feiras desta Nossa PÁTRIA AMADA, pregando a Palavra da Verdade e só merece de si desdenho e mais uma vez, só não percebe quem não quer, deixou entre linhas, que se trata de uma pessoa amaricada, vestida de cólans verdes, com um chapéu, também verde, com uma pena paneleira de faisão, um mexeriqueiro, que usa por dentro dos cólans, uma cenoura e duas bolas de bilhar, para mostrar que tem tomates e que não atraca de polpa.
    A sua mente é tenebrosa. Cuide-se, ou ainda acaba a não saborear estes magníficos anos dourados que temos à nossa frente.

    VIVA PEDRO E PAULO, PORTUGAL espera...


    Eu, só eu sei quem sou.

     
  • At 12:45 da manhã, Blogger Ricardo said…

    Caro Raio,

    Não percebo como podes achar este o melhor Governo PSD se ainda não te vi concordar com nada que este Governo planeia fazer. Sim, porque fazer ainda não fez nada... só tem ideias perigosas.

    Caro "só eu sei quem sou" (e eu tb),

    Só mesmo você para ainda duvidar que o nosso primeiro tem mais espermatozóides que neurónios. Quanto a pensar mais com a de baixo do que com a de cima ... não sei dizer... só sei que a de cima não pensa!

    Não percebo este pessoal, parece que não tem vida e só sabem falar mal do Governo, heheheh

     

Enviar um comentário

<< Home