Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

quarta-feira, maio 31, 2006

857. Autoridade da Concorrência multa Ordem dos Médicos

A Autoridade da Concorrência (AC) anda particularmente activa apesar das multas "à nossa dimensão". O novo alvo é a Ordem dos Médicos, uma das maiores corporações (ou a maior) do nosso país.

Vou só deixar umas notas:

1. Praticar uma coima por uma prática que já foi revogada há quase um ano (pela própria Ordem) não deixa de ser caricato;

2. A reacção da Ordem dos Médicos mostra bem como esta "corporação" gosta de exibir o seu poder;

3. Defender - como a Ordem fez - que o preço mínimo garante um mínimo de qualidade e que um preço máximo surge para evitar que esta actividade ganhe contornos comerciais são, no mínimo, argumentos ridículos;

4. Aposto que, neste caso, a montanha vai parir um ratinho...

2 Comments:

  • At 5:31 da tarde, Anonymous Netwalker said…

    Não levem a sério, hoje é dia Mundial da Criança!

     
  • At 3:40 da tarde, Blogger Tiago Alves said…

    Não é assim tão caricato multar alguém apesar de a violação ter sido abolida.. Alem disso, parece que o valor da multa levou tal coisa em conta. O facto não prescreveu, logo a multa é claramente aceitável.

     

Enviar um comentário

<< Home