Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

quinta-feira, junho 29, 2006

869. Rui Rio e o "bom senso"

"O que se está a exigir é do mais elementar bom senso: se uma entidade recebe apoio financeiro do município, é uma regra da boa educação não denegrir a imagem desse mesmo município."

Rui Rio - Presidente da Câmara Municipal do Porto



Rui Rio tem uma visão muito sui generis da Democracia. Primeiro reduziu a relação com a Comunicação Social a perguntas pré aprovadas pelo próprio, inclusive impondo a "lei da rolha" aos restantes funcionários da Câmara. Agora decidiu condicionar a atribuição de subsídios a entidades à condição de estas não criticarem publicamente o município. Esta decisão, que mais parece um suborno ou uma coacção, não tem sentido. Um subsídio permite que uma determinada entidade, na sua actividade regular ou extraordinária, tenha capacidade para empreender uma actividade com interesse público e é isso, e só isso, que a Câmara deve fiscalizar. Se essa entidade tiver algo a apontar ao trabalho do município, ligado ou não à actividade financiada, não deve, de alguma forma, estar amordaçada. Isto, meus amigos, não é o espírito da Democracia.

3 Comments:

  • At 5:42 da tarde, Blogger alice said…

    boa tarde, ricardo

    aproveitando o facto de ter a moderação de comentários activa e portanto poder guardar ou apagar esta mensagem se entender não publicá-la, quero agradecer o seu blog

    leio-o há quatro ou cinco meses, no início, quando o descobri, pensei tratar-se de outra pessoa, o que me afeiçoou deveras ao blog, mas depois, descobri que não era a pessoa que eu pensava e, ao contrário de me ter desinteressado, fiquei ainda mais adepta desta leitura

    na verdade, não sei porque decidi escrever-lhe esta mensagem ao fim de tanto tempo, e desculpe o descontexto face ao post e tudo o mais, mas senti de repente que devia dizer-lhe e aqui estou

    tem um mundo dentro de si, uma amálgama de preocupações sociais, políticas, humanas, uma cultura sólida, uma palavra, uma opinião

    admiro-o! não sei quem é, não o conheço, mas tenho respeito por si

    mais uma vez obrigada por tudo e um beijinho

    alice

     
  • At 6:40 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Alice,

    Muito obrigado pelas amáveis palavras que em muito colaboram para a minha motivação para continuar a escrever.

    Vou estar atento também ao teu blogue ;)

    Mais uma vez obrigado!

     
  • At 9:35 da tarde, Blogger alice said…

    boa noite

    obrigada pela sua resposta

    boa continuação, então!

    felicidades,

    alice

     

Publicar um comentário

<< Home