Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

sexta-feira, fevereiro 25, 2005

(340) Sala de Cinema: Constantine, de Francis Lawrence




"The biggest problems with Constantine all seem to stem from Keanu Reeves. The problem is that Reeves really can’t act. Sorry, Keanu, but the truth hurts."
Kevin Carr, 7M PICTURES

"Lawrence keeps the story on track and doesn't cheat the world of Constantine, which embraces good, evil, unforgiving judgment and the human ambiguities that offer the possibility for forgiveness."
Sean Axmaker, SEATTLE POST-INTELLIGENCER

"Add Constantine to the list of movies that took comic-book concepts, but left the soul on the page."
Josh Bell, LAS VEGAS WEEKLY

"Hellacious, audacious, visually stunning and deeply wiggy, Constantine is a miracle, a comic-book movie for smart people."
Colin Covert, MINNEAPOLIS STAR TRIBUNE


Basta pensar que é um filme baseado numa Banda Desenhada para descrever o filme? – pergunta o atento leitor. Não. Porque este filme mistura vários géneros de cinema. É também uma comédia ligeira e um filme noir. Confusos? Eu acrescentava ainda que é um filme de terror com um toque de espiritualidade. Esta mistura de géneros resulta em bom entretenimento, para quem gosta dum filme de terror “cool”.

Estarei a aconselhar o visionamento deste estranho filme sobre um homem (Keanu Reeves) que viaja entre dois mundos? – insiste o leitor. Nem por isso! – responde o autor do texto. Apenas aqueles que já viram o Aviator, o Million Dollar Baby e Sideways e que, adicionalmente, gostem dum filme de terror sem grandes sobressaltos é que estão aconselhados por mim a ir ver este filme.

Talvez por ser mesmo um filme ligeiro não tenho mais nada a acrescentar. Bom cinema!

2 Comments:

Enviar um comentário

<< Home