Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

domingo, janeiro 22, 2006

721. Livraria Lello comemora um século de existência


Livraria Lello - Porto - Fotografia retirada daqui

A livraria mais conhecida da cidade do Porto faz um século de existência hoje! Para além de ser um espaço deslumbrante a nível visual, é dos poucos que mantém a mística do que já foi o negócio dos livros, ou seja, um negócio de proximidade em que o dono da livraria conhece o gosto literário de quem o visita regularmente e sabe ou procura responder a qualquer dúvida literária que surja nos leitores. Parabéns!

Technorati Tags: ,

1 Comments:

  • At 3:27 da tarde, Blogger polittikus said…

    Sabes sempre que vou ao Porto vou até a esta livraria, não para comprar livros, mas para comtenplar a obra de arte que é asua arquitectura...

     

Enviar um comentário

<< Home