Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

sábado, fevereiro 11, 2006

776. Manias

"Cada bloguista participante tem de enumerar cinco manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher cinco outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogues aviso do "recrutamento". Além disso, cada participante deve reproduzir este "regulamento" no seu blogue."

O caro Velho do Velho da Montanha e posteriormente o Fernando do A hora que há-de vir desafiaram-me a responder a esta "corrente" que está explicitada acima. Aqui vão algumas das minhas manias, as que posso publicar:

1. Tenho o - péssimo - hábito de estar sempre a andar de um lado para outro quando falo ao telemóvel;

2. Quando faço uma viagem não descanso, muito pelo contrário, e preciso geralmente de férias das férias. Para além do ritmo intenso diurno gosto de conhecer a vida nocturna das cidades que visito. Geralmente chego doente e com mau aspecto;

3. Tenho uma lógica muito particular - que só eu compreendo (e às vezes nem eu) - de organizar as minhas colecções - que são algumas - e apontamentos. Diria até que são sistemas impossíveis de explicar. Dou um exemplo. A minha colecção de DVD´s tem uma parte organizada por ordem alfabética mas tem excepções onde organizo partes dessa colecção por temas - alguns difíceis de explicar - ou por autores ou por actores ou por outros critérios que já nem eu sei explicar quais são;

4. Quando estou numa fase em que tenho disponibilidade para ler geralmente faço-o em blocos de três livros e salto, na leitura, de livro em livro. Quando acabo um deles começo mais um para estar sempre a ler três livros em simultâneo;

5. Tenho o hábito de, numa refeição, deixar para o fim o que mais gosto em cada prato. Por exemplo se estou a comer uma lasanha deixo o queijo derretido para o fim.

Agora que metade da blogosfera já sabe que estou a precisar urgentemente dum psiquiatra já posso escrever o que quiser que ninguém vai levar-me a sério.

Passo o desafio a 6 blogues (mais um do que devia mas eu não gosto muito de regras fixas) que acho que ainda não responderam ao desafio e que visito com regularidade e prazer:

Bitoque (aos seus vários membros)
Bodegas
Cabalas
Estranho Estrangeiro
Fernando Bravo
Hora Absurda

Adenda: Uma amiga minha comentou a mania 5. da seguinte forma: "tinha o péssimo habito de fazer o mm ate aprender uma liçao ... qd deixas o melhor para o fim, ha sp alguém k aparece a pedir uma bocadito.. ou seja, comeste o "pior" e mentalizado com o k vinha a seguir... mas ja n ha a seguir..."

Adenda 2: O HMémnon do Às duas por três... fez-me lembrar que também tenho o hábito de ler o jornal do fim para o início.

5 Comments:

  • At 3:37 da manhã, Blogger Fernando Bravo said…

    Estranho, também tenho dois desses: andar de um lado para o outro quando falo ao telemóvel e deixar a parte do prato que mais gosto para o fim. O primeiro há muita gente a fazê-lo, mas o último julgava que era o único!
    Abraço!

     
  • At 2:52 da tarde, Blogger H. Sousa said…

    Já é o terceiro convite e prometo responder assim que a netcabo o permitir. Também partilho contigo a mania da organização desorganizada, mas não em relação a colecções que não faço, mas sim em relação à papelada que nos obrigam a guardar; e deixar o melhor para o fim, mas isso acho que é saudável.

     
  • At 7:20 da tarde, Blogger Platero said…

    Pois olha, eu também deixo o melhor para o fim.

    Um abraço e bom fds

     
  • At 9:37 da tarde, Blogger rsd said…

    a maravilha destas manias é que têm uma singularidade inefável... por isso não vou dizer se as partilho ou não, é que não faço ideia! parecem-me as minhas tão particulares :)....

     
  • At 6:28 da tarde, Blogger Vítor Sousa said…

    Ricardo, o teu é o terceiro convite, todos eles honrosos, porque denunciam a persistencia de mim na vossa memoria. Obrigado. Em principio, respondo amanha. Um grande e saudoso abraço

     

Enviar um comentário

<< Home