Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

segunda-feira, abril 17, 2006

826. Oikonomía* (1)



Sinais contraditórios do estado de saúde da economia do país

O IEFP - Instituto do Emprego e Formação Profissional - divulgou hoje os últimos dados referentes ao desemprego - relativos ao mês de Março - e estes revelam uma diminuição do número de inscritos de 1,6% em relação ao mês de Fevereiro. A variação homóloga - em relação a Março de 2005 - foi de menos 0,9%. Este é o 12º mês consecutivo de aumento do número de ofertas de emprego recebidas pelos centros de emprego. Falta avaliar a qualidade dos postos de trabalho mas, mesmo assim, são boas notícias num país que totaliza 480.164 desempregados no final do mês de março.

Mas as boas notícias acabam aqui uma vez que a inflação homóloga do mês de Março é de 3,1%. Note-se que, à luz destes dados, a variação média anual da inflação aumentou para 2,5%. Estes valores não são propriamente uma surpresa uma vez que o preço dos combustíveis continua a aumentar para valores históricos e, ainda hoje, o mercado de futuros londrino aponta para 71,40 dólares o preço do Brent (refere-se ao óleo produzido no mar do Norte). Com a instabilidade no Irão e no Iraque - sem falar na Venezuela - para durar, com o aumento sustentado da procura na China e com as penalizações do protocolo de Quioto não sei porque é que o conjunto de países europeus, individual ou colectivamente, não tentam revolucionar o mercado energético com a aposta em energias alternativas, especialmente na área dos transportes. A política fiscal de incentivo à utilização de energias limpas parece-me uma medida escassa para combater um problema que se agrava diariamente e que promete atingir proporções assustadoras.


Duas curiosidades

A primeira prende-se com a apresentação - amanhã - do novo passaporte electrónico que vai incluir dados biométricos (os dados biométricos, por definição, podem incluir impressões digitais, reconhecimento facial, íris ocular). A vantagem mais visível é a prevenção da falsificação (além da dispensa de visto de entrada nos Estados Unidos para titulares de passaporte português porque satisfaz os requisitos necessários para a plena participação de Portugal no programa norte-americano "Visa Waiver") mas confesso estar um pouco preocupado não com este passo - que é positivo - mas com o que pode despoletar a posse de dados biométricos pelos Governos ou outras entidades públicas ou privadas no futuro no que diz respeito à diminuição da privacidade e das liberdades civis.

A segunda curiosidade é a chegada do novo Multibanco (ATM) que vai ser gradualmente introduzido (projecto conjunto da SIBS e do BCP). O novo ATM permite o depósito imediato por parte do utilizador de notas e cheques assegurando a contabilização imediata dos montantes depositados se a operação for validada.


*A palavra economia deriva do grego Oikonomía. Oikos significa casa e nomos significa administração ou organização. Oikonomía pode, assim, ser entendido, num sentido lato. como administração da casa ou até governo da casa.

Nota: As segundas feiras, conforme a disponibilidade, vão ser dedicadas à Oikonomía.

Nota 2: O blogue comemora, hoje, dois anos de existência. Parece, parodoxalmente, que passou muito mais e muito menos tempo.

13 Comments:

  • At 10:58 da tarde, Blogger indirectas said…

    Antes de mais parabens,isto sim pode-se chamar um blog de qualidade, acho que tenho aqui muito que aprender e ainda bem, porque ao navegar e encontrar algo que nos motiva para mim é motivo de alegria.
    Se me for permitido colocar o vosso link no meu muito humilde blog agradecia, obrigado.

     
  • At 1:35 da manhã, Blogger Iván said…

    Thanks for your comment...I primise i shall learn portuguese.

     
  • At 2:07 da manhã, Anonymous Max @ Devaneios Desintéricos said…

    Amigo Ricardo,

    Os mais sinceros parabéns ao teu marco de qualidade na blogosfera portuguesa!!

     
  • At 4:25 da manhã, Blogger MJMatos said…

    Parabéns.

     
  • At 1:28 da tarde, Blogger H. Sousa said…

    Sugestão aos governantes: já se ponderou a hipótese de misturar o gasóleo com óleo vegetal na proporção de 1:X e gasolina com álcool metílico ou etílico na proporção de 1:Y? (X e Y a determinar experimentalmente ou com base em experiências já feitas noutros países). Se, por exemplo X e Y >= 10 seria uma poupança imediata de 10% na factura do petróleo.

     
  • At 3:19 da tarde, Blogger Bruno Gonçalves said…

    Caro Ricardo,

    Muitos parabéns. Parece que ainda foi ontem que comecei a ler este blog, que rapidamente se tornou um dos meus blogs de eleição.

    Abraço

     
  • At 7:20 da tarde, Blogger Nuno Guronsan said…

    Apesar de apenas passar aqui por intermédio de blogues terceiros (e por isso com pouca regularidade), queria dar-te os parabéns, pelos escritos, e pelo excelente nome que decidiste dar ao blogue. Por isso, parabéns!

     
  • At 10:10 da tarde, Blogger H. Sousa said…

    Fui pouco explícito. 1 litro de óleo vegetal para X de gasóleo e 1 litro de álcool para Y de gasolina, sendo que X e Y possam ser da ordem de 10 litros. Se nos dermos ao trabalho de investigar no google talvez encontremos informação a este respeito. O que dizes?

     
  • At 10:16 da tarde, Blogger H. Sousa said…

    Acabo de descobrir que no Brasil existem bombas de álcool só para carros a álcool, de gasolina e de diesel. Mas toda a gasolina que lá se vende tem até 24% de álcool, o que significa que qualquer carro a gasolina pode funcionar com essa mistura.

     
  • At 10:24 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Caro Henrique,

    Assisto a esta sucessão de comentários com interesse. Percebo a importãncia desta discussão mas, nas questões técnicas, sou um verdadeiro analfabruto.

    Mesmo assim o que percebo é que cada vez fica mais claro que não há real vontade para resolver o problema.

    Abraço,

     
  • At 11:56 da tarde, Blogger H. Sousa said…

    É mais que evidente que, seja por ignorância ou por intanção, não há verdadeira vontade de solucionar os nossos problemas. Mas as notícias que vêm a lume fazem crer os ignorantes que sim. Queres um exemplo mais do que flagrante noutra área? O que é que as medidas de contenção, tal como o aumento da idade de reforma, provocaram já? Um aumento do número de reformados antecipados. Eu já o previra porque toda a gente sabe ver se vale ou não a pena reformar-se antecipadamente. E, por consequência, houve um aumento da despesa pública. Óbvio! Então, ou é um logro, ou o resultado pretendido era esse, pôr a economia pior do que estava.

     
  • At 11:48 da manhã, Blogger O Raio said…

    Caro Ricardo.

    Parabéns pelo aniversário.

    Um abraço

     
  • At 4:21 da tarde, Blogger Fernando Bravo said…

    Muitos parabéns por estes dois anos de qualidade! Espero que continues por muitos mais, a blogosfera agradece.
    Abraço,
    Fernando

     

Enviar um comentário

<< Home