Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

quarta-feira, junho 08, 2005

(444) Precisam dum desenho para explicar o óbvio?

6 Comments:

  • At 11:40 da manhã, Blogger Didas said…

    Pois o mal todo é que andaram anos e anos a decidir cenas e agora é que se lembram de consultar o pessoal. Tá mal! Mais valia não o terem feito! Grande borrada!

     
  • At 12:56 da tarde, Blogger Armando S. Sousa said…

    Olá Ricardo,
    É triste ver o José Manuel Barroso defender o indefensável. Ele nem com um desenho vai lá.
    Um abraço

     
  • At 5:17 da tarde, Blogger Pedro F. Ferreira said…

    Chiça, pá! Logo agora que eu queria tanto votar para nada... Isso não se faz. :)

     
  • At 11:24 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Didas...

    Nem sei que responda! Há um evidente mal estar na Europa e muito pouco espírito europeu. Todos clamam por mais solidariedade social mas não pensam na mesma forma quando a solidariedade tem que ser entre países.

    Quanto às consultas já nem sei que defender. Os referendos, estou convencido, são um péssimo instrumento democrático. Por outro lado a representatividade parlamentar também parece que está em crise e a funcionar mal. Como ficamos?

    Beijo,

     
  • At 11:26 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Armando...

    Por estas e outras não encontro razões para "ter" que estar feliz por ter um português num cargo tão importante. Falta-lhe o "perfil"!

    Abraço,

     
  • At 11:27 da tarde, Blogger Ricardo said…

    HMémnon...

    Acho que neste momento nada aconselha que se vá votar. É um profundo acto de auto masoquismo.

    Abraço,

     

Enviar um comentário

<< Home