Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

sábado, novembro 05, 2005

611. Estilos... que recordam outros tempos!

Ontem estive a assistir ao debate promovido pela SIC Notícias no Expresso da Meia Noite aos mandatários da juventude dos candidatos presidenciais. Não foi um debate particularmente interessante por várias razões desde a impreparação de alguns mandatários - o mais visível foi Pacman - até aos temas discutidos.

Mas o que realmente manchou o debate foi a ausência de Kátia Guerreiro, mandatária da juventude de Cavaco Silva. Segundo os moderadores do debate esta não aceita debates e a candidatura de Cavaco não mostrou disponibilidade para encontrar outro elemento para o debate.

Diria, num tom irónico, que Cavaco Silva sabe escolher a dedo quem melhor o representa... ou que então Kátia Guerreiro já incorporou o espírito da candidatura. Estilos...

12 Comments:

  • At 3:02 da tarde, Blogger Bruno Gonçalves said…

    Bem visto!

     
  • At 11:18 da tarde, Anonymous C.Indico said…

    Cavaco é um silêncio escuro, nada opina e , apesar de ter 1º ministro uma década, quando as coisas correram mal fez o tabu, estivemos quase a viver de duodécimos, arranjou um desgraçado para o substituir coerogáficamente, e fugiu. Tal como o seu preferido, o Zé.Numa democracia com 30 anos, um homem com a idade dele, já tendo "feito" a tropa - vimos deliciosos super 8,em Maputo, a sair da cama, passados pela TV do Estado, - Doutor numa Universidade branca Inglesa , e penso eu, homem maduro e PROF,como se portou no 25 de Abril? De que lado estava?
    Isto é muito importante, porque o Eanes também pensou numa democracia monopartidária!

     
  • At 12:41 da manhã, Anonymous Eddy said…

    Ó C. Indico, que raio de pergunta! O que é que o homem fez no 25 de abril? Ora essa! Como não houve aulas, como fechou o comércio e o funcionalismo teve "tolerância de ponto", é lógico que o homem fez o que podia: abriu a televisão para ver o que se estava a passar!
    :)

     
  • At 2:30 da tarde, Anonymous C.Indico said…

    Não disse que não tinha percebido que Portugal era uma ditadura? Com aquela idade, depois de ter vivido numa Democracia?

     
  • At 3:37 da tarde, Blogger H. Sousa said…

    O jovem com que ontem jantei, Vítor Sousa, dava um óptimo mandatário de Manuel Alegre - Vítor Sousa, o intrépito.

     
  • At 4:29 da tarde, Blogger mfc said…

    Acho que se não incorporou, a obrigaram a incorporar!!!
    Também vi e a única lufada de ar fresco foi a da Joana Amaral Dias.

     
  • At 10:24 da manhã, Blogger H. Sousa said…

    Corrijo, no meu comentário anterior, a palavra "intrépito" para intrépido, audaz, corajoso. Ó Vítor, que grande ofensa à língua eu cometi.

     
  • At 11:21 da manhã, Blogger Vítor Sousa said…

    Caro TNT, descortinei o lapso, mas sabia que iria emenda-lo.

    As suas palavras encomiasticas deleitam-me, mas, se me permite, devo revelar que haveria mais pertinencia num mandatario para a juventude rude. Rude, alienado, como a juventude. Eu, independentemente da minha indigencia ou aprumo mitigado, nao poderia assumir essas funçoes. Nao acaricio o dorso dessas massas ignaras.

    P.S.: De regresso a Italia, sem acentos. Perdao.

     
  • At 2:54 da tarde, Blogger randomblog said…

    "(...) porque Cavaco simboliza aquilo que mais náuseas me provoca: a banalização de tudo, o sucesso ranhoso e vazio, o atropelo dos valores e das pessoas, o autoritarismo descabelado, a demagogia, o nacional-carreirismo e os favores, a aldrabice e a cunha, a indiferença, o elogio da pirosice, a ignorância e a escandalosa nulidade cultural, etc, etc..."

    Al berto, "NEM MAIS - jornal do movimento de jovens apoiantes incondicionais de sampaio", 1995

     
  • At 1:59 da tarde, Blogger lazuli said…

    olá, Ricardo, há que tempos..
    Vejo que está tudo bem. Estão a falar de alguém de "cujo nome nem me quero lembrar", como diria Cervantes..
    Abraços.

     
  • At 11:10 da tarde, Anonymous C.Indico said…

    ISTO está muito PARADO.

     
  • At 6:29 da manhã, Blogger Ricardo said…

    TNT,

    Concordo, sem qualquer sombra de dúvida, que o Vítor daria um muito melhor mandatário para a juventude que o Pacman. Não porque o actual mandatário seja tão mau que qualquer um seria melhor mas porque vejo essas qualidades no Vítor.

    Abraço,

     

Enviar um comentário

<< Home