Filho do 25 de Abril

A montanha pariu um rato - A coerência colocada à prova - A execução de Saddam Hussein - O Nosso Fado - "Dois perigos ameaçam incessantemente o mundo: a desordem e a ordem" Paul Valéry, "Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só faltava uma coisa, salvar a humanidade", Almada Negreiros - "A mim já não me resta a menor esperança... tudo se move ao compasso do que encerra a pança...", Frida Kahlo

domingo, junho 12, 2005

450. O desafio literário...



Fui desafiado pelo Miguel do blogue Hollywood a responder a umas questões relacionadas com literatura. Eu já escrevi aqui que acho que a entrega deste “blogamigo” ao cinema é de tal forma profissional que se torna incontornável visitar o seu blogue antes e depois de assistir a um filme. Agora vamos ao que interessa...

Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quererias ser?
Não é uma pergunta fácil. Escolheria o “Barão Trepador”, do Italo Calvino não porque seja o meu livro favorito (ou que mais me marcou) mas porque provavelmente ninguém ia escolher “ser” este “livro”. E num mundo em que as pessoas são livros eu preferia ser um livro que respirasse fantasia...

Já alguma vez ficaste apanhadinha por um personagem de ficcão?
Primeiro expliquem-me o que é ficar “apanhadinha” e depois eu respondo...

Qual foi o último livro que compraste?
“A Pianista”, de Elfriede Jelinek e “A Caminho para Wigan Pier”, de George Orwell

Que livros estás a ler?
“O Idiota”, de Fiódor Dostoiévsky e "A Misteriosa Chama da Rainha Loana”, de Umberto Eco. Uma das desvantagens em ter um blogue onde escrevo diariamente é ter menos tempo para ler.

Que livros (5) levarias para uma praia secreta?
É uma pergunta difícil mas sem ordem de preferencia escolheria “O Processo”, de Franz Kafka porque mesmo inacabado é uma obra prima; “Crime e Castigo”, de Fiódor Dostoiévsky porque é o livro que eu conheço que melhor descreve o comportamento humano; “A Insustentável Leveza do Ser”, de Milan Kundera porque se Kundera não existisse tinha que ser inventado para nos descrever a simplicidade das emoções; “1984”, de George Orwell porque o livro é sempre actual e constituí um sério aviso e “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, de José Saramago porque é uma deliciosa desconstrução da fé. Se tivesse a opção de levar mais uns livros não faltaria concerteza a “Metamorfose”, “Crónica de uma Morte Anunciada”, “Se Isto é um Homem”, “O Leopardo”, “Ensaio sobre a Cegueira”, “O Triunfo dos Porcos”, “Cândido”, “Siddhartha”...

A quem vais passar o testemunho e porquê?
Vou passar a quatro “blogamigos” porque acho que ainda não responderam ao questionário e por razões diferentes. Ao Ruben do “Sítio do Ruvasa” porque tenho imensa curiosidade em descobrir as tuas recomendações. Ao Álvaro do “Cabalas” porque quero descobrir que livros tu vais encontrar que te permitam falar mal da UE (uma pequena provocação sem malícia). Ao Rafapaim do “Filosofia Barata” para te obrigar a voltar a escrever. À Fernanda do "Lazuli" pela simpatia que emanas. E a quem quiser aderir...

6 Comments:

  • At 7:21 da tarde, Blogger Ruvasa said…

    Viva, Ricardo!

    Não me leves a mal, mas já respondi a esse desafio, aqui há um mês atrás.

    Mas o problema maior é que estou assoberbado de trabalho, agora e por mais uns dias.

    Desculpa e um abraço

    Ruben

     
  • At 7:45 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Viva Ruben,

    Claro que não levo a mal! Pensei que ainda não tivesses respondido mas pelo menos foi a maneira de encontrar as tuas respostas. Julgo que respondeste ao questionário na altura que estive ausente destas andanças.

    Bom trabalho e abraço,

     
  • At 2:54 da manhã, Blogger Life Soundtracks said…

    eu seria o barão de munchausen...

     
  • At 11:32 da manhã, Blogger Ricardo said…

    Parsec...

    Estou a ver que além de gostares de viajar, o mundo da fantasia também é um local onde te sentirias bem. Já tenstaste ler Italo Calvino e a sua triologia de histórias fantásticas?

     
  • At 7:36 da tarde, Blogger rafapaim said…

    Genial... agradeço imenso o elogio e saber que aindas tentas ler os meus textos... acho que pode ser um bom post de regresso!!! Valeu mesmo!

     
  • At 11:33 da tarde, Blogger Ricardo said…

    Viva Rafapaim,

    Fico à espera pelo muito aguardado regresso! Seja qual for o post de regresso...

    Abraço,

     

Enviar um comentário

<< Home